No Dia do Indígena separamos algumas curiosidades sobre esse povos tão essenciais para o país

No dia 19 de abril comemoramos o Dia do Indígena no Brasil. Esse povo originário do nosso país é essencial para que mantenhamos vivas as nossas raízes. Na Amazônia os indígenas são fundamentais para o equilíbrio da floresta e também para a preservação do local.

A Untamed Amazon está sempre trabalhando em parcerias com aldeias e comunidades para auxiliar nessa preservação.

Separamos algumas curiosidades dos povos indígenas para você conhecer mais sobre eles:

  • A população indígena no Brasil atual é de 897 mil habitantes (dados do Censo de 2010 – IBGE), correspondendo a 0,47% da população brasileira. São, aproximadamente, 305 etnias indígenas.
  • Atualmente existem 274 línguas indígenas no Brasil. Não foram contabilizadas as línguas faladas pelas tribos isoladas, pois não há contato entre elas e os homens brancos.
  • Existem várias palavras que foram incorporadas pela Língua Portuguesa que são de origem indígena. Exemplos: açaí, caipira, canoa, mandioca, uirapuru, arapuca, caju, pipoca, tapioca, e canga.
  • Existem também vários nomes de bairros, cidades e rios que são de origem indígena. Exemplos: Jundiaí, Mooca, Anhangabaú, Ipanema, Uberaba, Mairiporã, Bangu, Grajaú, Itapemirim, Ibirapuera, Tuiuti, Guarujá e Paraná.
  • Quando entraram em contato pela primeira vez com os portugueses, em abril de 1500, os indígenas brasileiros estranharam muito o cheiro, provavelmente ruim, dos visitantes. Enquanto os índios se banhavam até mais do que uma vez por dia, os europeus estavam acostumados a ficar vários dias sem tomar banho.
  • Os indígenas, neste primeiro contato, também não gostaram da água que os portugueses ofereceram a eles. Os indígenas estavam acostumados a tomar água sempre fresca das fontes. A água que os europeus levavam nas caravelas ficava muito tempo parada e, por isso, deveriam ter um gosto ruim.
  • Na atualidade, a etnia indígena com maior quantidade de índios é a Ticuna (população estimada de 35 mil).
  • O estado brasileiro que concentra a maior quantidade de índios é o Amazonas. E a cidade que tem a maior quantidade de índios é São Gabriel da Cacheira (Amazonas) com 29 mil indígenas.
  • Existem várias famílias linguísticas indígenas no Brasil como, por exemplo, Jê, Karib, Tupi-Guarani, Aikaná, Tukano, Aurak-maipure, Pano, Mondé, Bororo, Aweti e Makú.
  • Em muitas tribos indígenas, a passagem dos meninos da infância para a fase adulta é marcada por provas de coragem e resistência. Preparadas pelos adultos da tribo, os jovens índios devem passar por provas que consistem em ser picados por formigas, subir em grandes árvores, enfrentar animais selvagens, pegar colmeia de abelhas ou casa de marimbondos com as mãos, entre outras.
  • A maior reserva indígena do Brasil é a Raposa Terra do Sol com, aproximadamente, 1,66 milhões de hectares. Ela está situada na região noroeste do estado de Roraima.
  • No Brasil, o mestiço de branco com índio é denominado mameluco. Já o filho mestiço que nasce do casal de negro e uma índia (ou vice-versa) é um cafuzo.
  • Os antepassados dos índios do Brasil, assim como os dos outros povos indígenas americanos, vieram da Ásia há cerca de 40 mil anos. Eles chegaram ao continente, através de um longo processo migratório, passando pelo estreito de Bering (une o Alasca na América à Sibéria na Ásia). Esta passagem, de acordo com historiadores, pode ter ocorrido durante um período de glaciação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *